sexta-feira, 10 de julho de 2009

Boas Surpresas na Escola!

Hoje fui agradavelmente surpreendido.
Quando cheguei à escola e já um pouco atrasado para uma reunião fui abordado por dois alunos de uma das turmas que leccionei.
O Diogo e a Joana aguardavam-me com as suas encarregadas de educação e encontravam-se com a professora Gabi. Queriam oferecer-me um presente em nome da turma.

Coisa linda! Fiquei emocionado… O presente foi uma caixa de escrita chinesa, algo pouco usual e que nunca tinha visto por estas bandas.
Devidamente forrada a tecido, com toda a paciência de chinês, no seu interior encontram-se 2 pincéis chineses e o respectivo suporte em porcelana, a pedra para moer e misturar pigmentos, a taça e a concha para a água os carimbos para assinar as aguarelas ou os escritos, com a respectiva tinta vermelha dentro de uma tacinha em porcelana cuja tampa apresenta a forma de um dragão.
Apesar de os carimbos não se encontrarem gravados, descobri que um carimbo singular com um nome de alguém é altamente personalizado, e, uma lembrança sem igual para se guardar. Esta singularidade assegura a prosperidade contínua, independentemente de fronteiras geográficas ou do passar do tempo. A colocação do carimbo de alguém em um documento, numa aguarela ou numa pintura imprime autenticidade, fiabilidade e valor. Tem no topo a escultura de um leão
(quando for à China levo-os para serem gravados com o meu nome J) :)
Depois há também uma pedra negra, estranha, com a inscrição em dourado de um dragão… o que é?
A professora Gabi dissera-me que era tinta da china!
Habituado a ver tinta da china em bisnagas, no estado liquido, com as quais trabalhei (e vou trabalhando), nas minhas ilustrações e aguarelas, tinha nas mão tinta da china em estado sólido! Espectacular! É só partir um pouquinho moer e misturar água que fica pronta a usar.
Adorei a caixinha- malta do 6ºE, e muito obrigado pelo postal que a acompanhava, assinado por todos!!

Tenho que falar ainda que este não foi o único presente!
Na semana passada, recebi uma linda «Matrioska» ou boneca russa, que é um brinquedo tradicional constituído por uma série de bonecas, feitas de diversos materiais, ainda que o mais frequente seja a madeira, que são colocadas umas dentro das outras, da maior (exterior) até a menor (a única que não é oca).
Linda! Obrigado Vasile.
Vejam as fotos das prendas e comentem… não são um espectáculo?

Muito Obrigado mais uma vez! Gostei muito de estar convosco durante estes dois anos!

Bloco de tinta da china com a imagem de um dragão (em baixo)

Matrioska (a maior e a mais pequena das 7 bonecas)

Fotos: J. Lima