terça-feira, 30 de junho de 2009

Organisticamente partilhando...

No passado dia 28 de Junho, tive a possibilidade de poder tocar no magnífico orgão da Igreja de Nossa Senhora da Piedade, Santarém, no contexto do Encerramento do Ano Paulino, algo de espectacular para quem é ainda amador na execução deste fabuloso instrumento.

O orgão da Igreja de Nossa Senhora da Piedade, trata- se de uma peça construída no ano de 1795, por Joaquim António Peres Fontaines e constitui uma referência da Escola de Organaria Portuguesa.

Tendo sido recentemente restaurado pelo mestre organeiro Dinarte Machado, revelou-se o quinto de seis órgãos que foram recuperados nas igrejas do Centro Histórico da cidade.

Fotografias do Orgão(acima): Francisco Falcão, 2009 in http://www.meloteca.com/index.htm

EVT, actividades de sala de aula VIII

Grande Exposição de Final de Ano

E porque o ano lectivo terminou, foi organizada uma grande exposição com os trabalhos dos alunos para toda a comunidade educativa sobre os países da União Europeia.
Muita cor, diversidade e talento!
Parabéns aos alunos e professores da EB 2,3 Prof. João F. Pratas!
Eis algumas fotos:

O conde Van Dracul (Drácula) elaborado pelos meus alunos do 6ºE, anfitrião da Roménia.

Trabalho elaborado pela Mira Zagorova (6ºA). Que cores fantásticas, e tanto dinamismo!

Trabalhos realizados na Disciplina de E.V.T.


Fotos: J. Lima

sexta-feira, 19 de junho de 2009

EVT, Actividades de sala de aula VI

Fotomontagens: J. Lima

Mais um ano lectivo que chegou ao fim!
Acima encontram-se duas fotomontagens realizadas com as minhas turmas, embora noutro ano lectivo.
No caso da primeira fotomontagem, os alunos desenharam os corpos e pintaram-nos a lápis de cor. Os desenhos foram posteriormente scaneados e procedeu-se à fotomontagem.
O resultado foi posteriormente impresso em t-shirts.
6ºA - ano lectivo de 2006/2007
5ºB - ano lectivo de 2006/2007
Falta a fotomontagem do pessoal deste ano lectivo que está quase pronta!

Boas Férias para Todos!

sexta-feira, 5 de junho de 2009

Coisas de Escuteiro IV

Grande Caçada para Lobitos

É através do imaginário infantil, que se desenvolve o processo de formação e desenvolvimento pessoal e cognitivo da criança concreta.
O imaginário infantil é um elemento nuclear das culturas da infância. As crianças desenvolvem a imaginação através das suas experiências de vida e as situações que imaginam dão-lhes o poder de compreender o mundo em que habitam.
O CNE (Corpo Nacional de Escutas) tendo por objectivo básico colaborar na formação integral das crianças e jovens, incidindo esta acção em 5 pólos educativos (desenvolvimento do carácter, habilidade manual, saúde e o desenvolvimento físico, serviço aos outros, felicidade), actua desde o início (Lobitos), estimulando pela vertente do imaginário.
As grandes caçadas são assim as grandes actividades dos lobitos, palco privilegiado para a fantasia.
A nossa última caçada consistiu num ataque a Cruela Devil, que se refugiou numa floresta, pois queria apanhar penas de pássaros para a confecção de um chapéu.
Coitada da Cruela!
Coube à chefe Patrícia, assumir a personagem e cuidar para conseguir resistir a tanta agitação e entusiasmo quando estava prestes a ser apanhada.

Fotos: J.Lima

Mata Municipal dos Sete Montes, Tomar

quinta-feira, 4 de junho de 2009

EVT, Actividades de sala de aula V

Vamos pintar uma tela?

Durante o terceiro período e como actividade de sala de aula, foi proposto aos alunos que aplicassem os conhecimentos adquiridos, expressando-se livremente através da pintura, de forma a expor os seus sentimentos e emoções.
O fluir das ideias manifestou-se então, através do traço, da aplicação das cores e das formas, em que se pretendeu incentivar uma comunicação não só convencional mas também a exposição de sensações deixando-as fluir livremente e de forma muito pessoal e inovadora.
A disciplina de Educação Visual e Tecnológica, e a sua programação em termos de estrutura, conteúdo e forma, pretende a formação e desenvolvimento para os sentidos, para o gosto e para a sensibilidade estética, para uma observação atenta e crítica do mundo envolvente.
A preparação para esta actividade assentou num período preparatório de estudo, pesquisa e observação, em que foram observados alguns movimentos de relevante interesse na história da Arte e da Pintura, observando essencialmente os grandes pintores do século XX e as suas obras de arte.
A visita ao museu Berardo e o contacto directo com a “obra de arte” afilou o interesse e a vontade em querer experimentar, testar, explorar e criar. O resultado final agradou a todos e foi apresentado numa exposição, no final do ano lectivo, para toda a comunidade educativa.

Fotos de J. Lima
(De cima para baixo):
Bruna, 5ºF; Beatriz, 6ºE; Joana 6ºE; Ricardo, 6ºE; Elisabete, 6ºE; Sofia, 6ºE; Diogo C., 6ºE; Inês, 6ºE; Diogo L., 6ºE
Estes foram alguns dos trabalhos obtidos!

terça-feira, 2 de junho de 2009

Dia Mundial Da Criança

Comemorou-se ontem o dia mundial da criança e como não poderia deixar de ser, não pretendia passar sem partilhar algo.
Desta vez, apresento o poema «Ser Cidadão» escrito pela Beatriz, do 6ºC, com o apoio da professora de L.Port.

Ser Cidadão
Como é ser cidadão?

Ser cidadão
É viver em comunidade
Onde todos estão
Numa sociedade.

Os direitos e os deveres
São para cumprir
Estejas onde estiveres
Tens de os assumir.

Se gostas óptimo
Se não gostas paciência
Tens de te integrar
Pois isto não é Ciência
Que podes mudar sem qualquer obediência.

Ser cidadão
Saber como estar
De pé para pé

É saber ouvir
E também falar
É saber rir
E reclamar.

Cidades, vilas ou aldeias
Não importa
São as mesmas ideias
A cada porta.

Cumpre! Rejeita! Vive! Aceita!

És cidadão, vives para isso, não te deixes levar pois tu és preciso!


Fotomontagem: J.Lima (Diana, 6ºD)