quinta-feira, 6 de maio de 2010

Coisas de Escuteiro VII

Grande Caçada a Nagaína

Olá a todos,

Nos dias 1 e 2 de Maio decorreu o nosso Acampamento de Agrupamento (ACAGRUP 10).
Apesar do cansaço foi muito divertido e os lobitos divertiram-se à brava.
O tema foi “ A grande caçada a Nagaína” onde é apresentado um imaginário baseado numa das Histórias do Livro da Selva: “Riki-Tiki-Távi”, um pequeno manguço que salva uma família de um temível casal de cobras capelo.
Apresento-vos, de seguida, a história que inventei para o jogo de pista e as imagens que utilizei para ilustrar a mesma.
Baseei-me em fotos e numa bela imagem de Brian Froud, um excelente ilustrador de fadas e criaturas fantásticas associadas aos espíritos da terra.
Eis o Jogo de Pista:
Mensagem I
Olá Lobitos! Eu sou Dárzí, o passarinho tecelão que vive no quintal do Riki-Tiki-Távi, o manguço recolhido por um menino num temporal.
Sabem certamente que Riki-Tiki-Távi é um bichinho muito corajoso que conseguiu livrar deste quintal Nague e Nagaína, as duas cobras capelo que queriam matar a família de humanos que aí vive.
Depois de recuperar o ovinho que Nagaína roubou do meu ninho, conseguiu numa bela noite matar Nague quando este se preparava para dar a sua dentada mortal em toda a família.
Depois da morte de Nague, Naguaina fugiu e nunca mais deu notícias.
Mas agora a paz acabou! Eu soube que a Nagaína voltou para se vingar e aproveitou o facto do Riki-Tiki-Távi ter feito uma viagem para voltar a aparecer! Ai! Ai! Ai! Tenho tanto medo que ela me roube outra vez os ovos, ou então, os meus filhotes quando estes nascerem.
Por isso procurei a vossa ajuda.
Vocês precisam de a encontrar e dar-lhe uma lição para que ela não possa fazer mal.
Mas cuidado! Ela é agora uma cobra muito grande e perigosa!
Sigam pelo caminho da floresta pois acho que sei por onde ela anda.
Sigam as minhas pistas!"(...)

ilustrações: J.Lima - Darzi, o passarinho tecelão (em cima), Riki-Tiki-Távi (em Baixo)
(...)"Mensagem II

Olá! Começámos a caçada a Nagaína, mas para continuar, creio que precisamos de um retrato da malvada para a reconhecer-mos quando ela aparecer. Não tenho nenhum mas sei que ela é agora muito grande, tem uma pele de várias cores, que vão do verde ao castanho, tem uns grandes olhos e uma língua vermelha sempre de fora.
Desenhem-na conforme esta descrição e conservem o desenho para a poderem reconhecer!
Sigam as pistas com cuidado!

Mensagem III

Penso que a Nagaína deverá andar por perto! Para se defenderem devem levar essas varas e guardá-las até ao fim da caçada pois poderão ter de as utilizar quando a encontrarem!
Boa sorte.

Mensagem IV

Sabem que não devem fazer barulho pois poderão ser descobertos pela Nagaína!
Disfarcem-se com elementos da natureza: plantas, folhas e ervas para ela não vos ver.
Atenção, para se disfarçarem não é preciso estragar as plantas!
O lobito é amigo das plantas e dos animais.

Mensagem V

Sabeis que Riki-Tiki-Távi quando tinha de enfrentar uma situação perigosa ficava
com os olhitos rubros, cor de fogo, e, pronunciava o seu grito: Riiiki! TiiiiiiiKiiiii! Táviiiiiii!
Foi assim que no dia em que a Nagaína me roubou o ovo e Nague apareceu para a defender,
o Riki-Tiki-Távi o afastou com o seu grito de guerra.
Façam também um grito de guerra para se defenderem e a afastar.

Mensagem VI

Estão com medo de encontrar a Nagaina?
É natural! Pois ela é muito perigosa.
Uma bela maneira de não terem medo é a de inventarem uma dança, ela pode aparecer a qualquer momento e assim ao ver-vos a dançar vai ficar baralhada e mais vulnerável. Então podereis dar-lhe caça.
Quando a virdes começai logo a dançar e fazei uma roda à sua volta sempre a dançar sem parar e entoem o vosso grito muitas vezes, depois, o mais corajoso de cada um dos bandos deverá pegar na vara e tirar-lhe uma fita que ela tem junto à cabeça. Essa fita é uma fita encantada que lhe foi colocada por uma bruxa malvada.
Sem a fita pode ser que a Nagaína fique boazinha… e deixe de pensar em maldades!
Acham que devemos tentar?
Se sim continuem e boa sorte!"(...)
ilustração: J. Lima - O feitiço das cobras pela bruxa malvada (ilustração de fundo de Brian Froud)
(...) "Mensagem VIII (jogo)

Mensagem IX

Que maravilha! Se chegaram até aqui foi porque já conseguiram tirar a fita à cobra.
Vocês não vão acreditar! Mas esta não é a Nagaína!!!!

É a Cobra Cá!!! A vossa amiga!!! Eu enganei-me!!!

Eu nunca vi a Cá e pensei que era a Nagaína!!
A Cá estava encantada com uma maldição que a bruxa preparou e agora está salva!!! Por isso é que ela é tão grande!
Levem a Cá para o vosso acampamento e mais logo, quando for noite, queimem a fita na fogueira do fogo conselho para destruir o feitiço para sempre.
Para festejar inventem uma canção sobre esta caçada e sigam para o vosso acampamento.
Apesar do engano a aventura não foi em vão pois conseguiram libertar a Cá do feitiço.
Quanto à Nagaína ela deve andar muito longe, ainda com medo do Riki-Tiki-Távi.
Ainda bem! Obrigado amiguinhos!
Foto: J.Lima, A grande Cá livre do feitiço e transportada pelos Lobitos
Seguem 3 vídeos com a história de “Riki-Tiki-Távi”, inspirada no “ Livro da Selva” de Rudyard Kipling.
Espero que tenham gostado da partilha.

2 comentários:

D disse...

A bela da cobra...
Era uma jibóia!

Anónimo disse...

oi,

Aqui está um pouco da história para eu reviver o que aconteceu neste dia visto ter faltado a esta caçada. Para variar a tua imaginação não tem explicação, continua....